facebooktwitter2FlickrYouTube

Português (Brasil)English (United Kingdom)Español(Spanish Formal International)
Crítica com humor

maquina hamlet_noticiaO espetáculo 'Máquina Hamlet fisted', da companhia paulista Taanteatro, entra em cartaz sábado e domingo, no Vila Vela.

Um universo de referências do mundo contemporâneo permeia o espetáculo Máquina Hamlet fisted, que a Companhia Taanteatro, de São Paulo, apresenta dias 28 e 29 de abril (sábado e domingo), às 20h, no Teatro Vila Velha, com entrada a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). A apresentação integra a programação do último fim de semana do VIVADANÇA Festival Internacional.

Com humor, Máquina Hamlet fisted monta um painel de indagações críticas, para questionar a situação político-histórica e socioeconômica sul-americana neste início do século XXI. Nesse painel, não faltam referências ao mundo fashion, à estética SM, à comunicação virtual, à arte e filosofia contemporâneas, à devastação da Amazônia e ao neo-colonialismo chinês. Para tanto, o espetáculo de teatro coreográfico mostra seus protagonistas - Hamlet e Ofélia, personagens emblemático de Shakespeare - no limiar entre a aceitação e a revolta contra as tradições de poder da atualidade brasileira e da América do Sul.

Fundada em 1991 e dirigida por Maura Baiocchi e Wolfgang Pannek, a Taanteatro se dedica à pesquisa e criação teatral-coreográfica. Desde a sua fundação, criou mais de 40 espetáculos sobre a vida e obra de artistas e poetas como Frida Kahlo, Florbela Espanca, Lewis Carrol, Antonin Artaud, Lautréamont, Fernando Pessoa, Robert Walser, George Tabori, Hölderlin, Beckett, Shakespeare e Nietzsche. Também concebe performances a partir de vivências e narrativas dos próprios integrantes da companhia. A maioria de suas encenações é autoral.